SOCIOS TUDODVET

O Início

Quando acabei o segundo grau eu já sabia o que queria, queria fazer Farmácia, mas confesso que ainda tinha minhas dúvidas sobre a atuação do Farmacêutico.  Meus pais foram bem claros e diretos comigo e falaram que se eu fosse para uma Faculdade particular eu mesma deveria pagar meus estudos. Então coloquei na cabeça que tinha que passar para uma Universidade pública.  Tentei vestibular 2 vezes, na primeira vez passei para Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), só que eu queria ir para Universidade Federal Fluminense (UFF) porque lá a formação era industrial. Então tentei vestibular novamente e consegui.

Eu estudava em Niterói e morava no Rio. Durante a Faculdade, resolvi mudar para Niterói para poder ter mais tempo para estudar. Fui morar em um apartamento com mais 3 meninas que faziam matemática, e que eu nunca tinha visto na vida, porém, era o que eu podia pagar. Esses cinco anos foram de muito aprendizado, tinha 19 anos, e a responsabilidade de gerenciar uma casa. Tínhamos planilhas de organização para limpeza, compras, e a responsabilidade de pagar as contas, mas o principal era economizar porque tudo era pago com o dinheiro de nossos estágios. Ali eu aprendi a dar valor ao dinheiro e ao suor do trabalho.

Quando me formei, consegui um emprego em uma Indústria e permaneci neste ambiente por quase oito anos.  Foi um período no qual desenvolvi muito como profissional, atuava na Garantia da Qualidade, o que me permitiu ter uma visão geral da Industria em todos os seus processos. Conheci pessoas que amavam o que faziam e me incentivavam a ser cada dia melhor.  Entendi que somos 50% dos chefes que tivemos e que o período de formação de um profissional é muito importante.

Nos últimos anos comecei a buscar novos horizontes e minha coragem de ter meu negócio próprio foi crescendo e crescendo. Minha família não tem negócios, e é bem tradicional, sempre pensaram que o melhor era que eu estudasse para concurso público. E contrariando todas as expectativas decidi abrir meu negócio.

A empresa

Já tinha decidido que iria mudar completamente o rumo da minha história, então comecei a estudar o mercado Farmacêutico e tudo que havia nele de possibilidades e me interessei pela área veterinária. Fui estudar, mas ainda estava insegura, era tudo muito diferente, doses, ativos, um mundo novo que ali surgia para mim.

Juntei mais dois sócios e juntos resolvemos abrir uma franquia. Investimos todo nosso dinheiro, vendemos carros, pegamos dinheiro emprestado, uma verdadeira loucura, tudo acreditando em nossos sonhos. Então resolvemos comprar uma franquia. Iniciamos o pedido de licença no Ministério da Agricultura , Pecuária e Abastecimento (MAPA), acompanhamos a obra, fizemos procedimentos, compramos equipamentos, tudo sozinhos. Foi então que percebemos que aquele modelo de negócios não atendia nossas expectativas.

E após finalizada a estrutura da Farmácia, esperamos longos 7 meses para abrir devido a burocracia do processo de licença. Vimos todo nosso capital de giro desaparecer, mas mesmo assim continuamos firmes na certeza que daria certo. Abrimos as portas com zero reais na conta, e seguimos, trabalhando insanamente fazendo tudo, abrimos sem funcionários, somente eu e uma sócia no operacional e o outro sócio no financeiro. Nós duas fazíamos tudo, desde manipular, entregas, limpávamos, e paralelo a isso fomos aprender mais sobre a área, estudávamos tudo, devorávamos livros, e fomos mês a mês, “matando um leão por dia”.

Ao final de 1 ano entendemos que todo suporte a nós prometido não tinha sido cumprido e que todos os nossos medos se manifestaram e tivemos que encará-los. Foi difícil, muito difícil mesmo. Neste momento, nós criamos uma força, de pequenos fomos ficando gigantes, e surgiu uma coragem inexplicável, tínhamos ideias, mas não podíamos coloca-las em pratica.

Chegou um momento que nós tínhamos que dar um passo, ou fecharíamos ou tentaríamos começar do zero com uma nova marcar, uma nova proposta.

O Grupo TudoDVet e sua proposta de valor

Passamos alguns meses com muito medo. Mas é o que dizem por aí “siga em frente e se der medo, vai com medo mesmo”. Isso que fizemos, começamos tudo de novo. E tínhamos o maior limitante de toda empresa, o dinheiro.

Criamos nossa própria marca e a registramos, ali tínhamos dado o primeiro passo. Queriámos algo novo, empolgante, emocionante. Fomos aos poucos, com passos programados fazendo etapa por etapa do surgimento desta nova empresa. Queríamos trazer algo diferente para o mercado, foi então que criamos o Grupo TudoDVet, e junto ao serviço de manipulação veterinária, agregamos mais duas Divisões, a Divisão Engenharia e a Divisão Treinamentos. Um dos sócios é Engenheiro, o que nos possibilitou trazer este serviço de engenharia nunca oferecido. Os treinamentos surgiram da necessidade de auxiliar e apresentar aos prescritores os ativos manipulados, e também junto a isto promover a marca.

Em conjunto a estas duas divisões desenvolvemos com uma nutricionista veterinária um biscoito nutricional medicamentoso, sem glúten, lactose, totalmente natural, e bem tolerado por animais alérgicos. Que hoje é um dos nossos produtos principais.

Lançamos também um guia de ativos com Nanotecnologia para animais.

Implantamos um pós-venda efetivo, ouvindo nossos clientes, conversando com eles sem pressa, e a cada retorno que tínhamos, criávamos uma melhoria.  Cada agradecimento ou reclamação, nos ensinava uma lição.

Porém, mesmo com todo esse trabalho em andamento sentia dentro de mim uma necessidade de evoluir, precisava me ver como uma empreendedora. Nós somos nosso maior crítico, e aquilo me sufocava. Então procurei um programa de aceleração de empresa, meio sem pretensão, inscrevi o Grupo TudoDVet.

Ficamos entre as 80 empresas aprovadas de um total de 1200 inscritas. Ao longo do programa melhoramos nosso plano de negócios e desenvolvemos a nossa proposta de valor, somos muito mais que uma Farmácia, somos parte integrante na propagação do conceito de bem-estar para o mercado veterinário. Promovemos qualidade de vida para os animais e seus donos, assim como, conhecimento científico para os veterinários e gestão do parque tecnológico veterinário, sempre com ética e transparência.

Seguimos neste desenvolvimento, foi um ano difícil de muito aprendizado e mudanças. Ao final do ano passado, recebemos um Selo que certifica que além do negócio possuir viabilidade técnica e econômica, ele é social e ambientalmente correto.  Agora fazemos parte de uma Rede de negócios sustentáveis. Somos uma empresa que pensa na parte social e  assim contribuir para um mundo melhor.

Aprendizado

Aprendi que a maior força está dentro de nós. Que empreender é uma arte, um estilo de vida, cansativo, mas empolgante. Acordava todos os dias querendo ser melhor. O crescimento depende do nosso esforço, dos nossos estudos, das nossas noites mal dormidas ou não dormidas. Que se temos um objetivo, devemos seguir em frente com ele.

Fui aos poucos fui me empoderando e essa força me faz continuar. A maior riqueza que temos é a estrutura, o proposito, a formação e nossa trajetória de erros e acertos.

O que quero para o futuro é ser a maior rede de franquias do mercado veterinário, integrando três serviços, manipulação de medicamentos, treinamentos e engenharia.  E quem sabe você não possa fazer parte dela.

Sonhar pequeno e sonhar grande nos dá o mesmo trabalho. O brilho nos olhos é o que me move até hoje. O Grupo TudoDvet é minha alma, meu coração.

Tenho uma longa jornada pela frente. Sigo aprendendo sempre! Que esta história possa ajudar, e inspirar muitas pessoas. Estamos neste caminho juntos. Somos empreendedores!

Aproveito para agradecer meus sócios que aceitaram encarar esta jornada comigo. Somos um Time.

Termino como uma frase que gosto muito, “Criatividade é fazer o novo ao reordenar o velho” Mike Vance

Obrigada.

Caroline Ramalho