nutriçao

Vou falar um pouco da experiência de participar do último Congresso Ortomolecular que aconteceu em São Paulo de 19 a 21 de Junho de  2015. Vivemos hoje uma dinâmica intensa de informações, em um volume realmente impossível de acompanhar. As mudanças acontecem da noite para o dia, estudos e mais estudos são realizados simultaneamente em prol de se chegar aos melhores resultados.

Essa realidade somada um evento deste porte e nível, que reúne as classes profissionais envolvidas frente a um mercado de mudanças constantes se torna uma excelente oportunidade para aprender e desenvolver nosso conhecimento rumo ao maior objetivo que temos em comum, o melhor para os nossos pacientes…  Vamos lá!

Estudos mostram que o paciente quando diagnosticado com Diabetes já possui mais de 50% das células B do pâncreas comprometidas. Isso nos faz pensar no quanto precisamos trabalhar em cima de prevenção, através da construção de hábitos saudáveis, educação alimentar, atividade física e suplementação adequada para cada paciente. Muitos desses pacientes poderiam não estar diabéticos se tivessem sido assistidos da forma correta.  Daí a necessidade de profissionais qualificados, atualizados e empenhados em beneficiar seus pacientes.

Muitos estudos nas áreas da nutrigenética, nutrigenômica e epigenética ganham cada vez mais espaço por conta das perspectivas que apresentam. As vantagens e desvantagens da ingestão de alimentos não são iguais para todo mundo. Olhar cada paciente como único, a cada dia nos dá a certeza de que o caminho é alimentação e suplementação individualizadas. Imagine ter sua dieta e suplementação elaborados de acordo com seu perfil genético.  Isso já existe e pode nos acrescentar tão mais em saúde e qualidade de vida.

Seu Sono é suficiente? Cada vez mais estudos relacionam a falta de sono com o funcionamento de centenas de genes em nosso corpo relacionado à inflamação, sistema imunológico e obesidade. Pacientes com distúrbio de sono podem ter uma diferença em mais de 2500 genes quando comparado a quem tem um sono considerado normal. Todo metabolismo pode ser alterado pela falta de sono, e isso pode nos levar a desenvolver doenças como diabetes, patologias cardíacas e obesidade. Precisamos vigiar nosso sono, ele precisa ser reparador!

Exercício físico aeróbico em jejum aumenta a queima calórica e o ganho de massa muscular? Opa, como? Isso mesmo!  O pesquisador Sueco Torbjorn Arkefeldt aponta ser possível queimar 3 vezes mais gorduras se exercitando pela manhã em jejum de pelo menos 6h. Nessa situação, acredita Akerfeldt, que o organismo não tenha muito glicogênio estocado para ser solicitado como fonte de energia, ou seja, teria que ir direto aos depósitos de gordura para usá-la no fornecimento de energia para completar a atividade.

Não precisamos comer a cada 3 horas para ter resultados ou manter metabolismo acelerado… Como? Isso ai! Dietas com períodos de jejum são mais eficientes para controlar a insulina, portanto, é uma boa ferramenta para síndrome metabólica  e perda de peso. Essa informação pode parecer um pouco confusa não é? Mas estudos sugerem esses resultados.  É claro, mais uma vez o acompanhamento individualizado é a chave da questão. Uma grande prova de que o que é bom pra mim pode não ser interessante pra você.

Nossa saúde começa no intestino! desde nosso nascimento, na passagem pelo canal vaginal  o contato com as bactérias trazem proteção. Nosso trato gastrointestinal é como nosso segundo cérebro, sendo responsável por boa parte da serotonina produzida pelo nosso organismo, sendo esse motivo a principal ligação do nosso intestino com o nosso comportamento. A inflamação do intestino sinaliza o cérebro refletindo em nossas emoções. Controlar as suas emoções pode ser menos complexo do que imagina; Procure um profissional capacitado e realize uma modulação da sua microbiota.

Também é importante saber que uma boa nutrição alimentar é a chave para uma senilidade sem patologias e que na cozinha se constroem a saúde e a doença. Devemos sempre nos alimentar com maturidade em qualquer idade ,sabendo que o reflexo de nossas atitudes podem influenciar de forma grave em nossos resultados.

Busque sempre um profissional que seja capaz de te acompanhar de forma individualizada e isso fará uma grande diferença. Quem financia estudos não financia hábitos de vida.

Dr. Felipe Dantas Barroso

Farmacêutico Magistral