LaboratórioMesmo que você seja um profissional experiente, a estréia num novo emprego traz suas surpresas e dúvidas. A adaptação ao ambiente da nova empresa pode ser mais ou menos trabalhosa, dependendo da habilidade de negociação e integração de cada um.

Pensando na atividade do farmacêutico no laboratório de manipulação, seja qual for a vertente, sugerimos algumas ações para minimizar os impactos destas “novas” responsabilidades.

1) Conheça as pessoas – apresente-se aos colaboradores, individualmente. Abra um canal de comunicação para que a troca de informações seja feita de forma facilitada e fluente. O isolamento é extremamente prejudicial.

2) Conheça os processos – é indispensável que o farmacêutico conheça o “como fazer” que a nova empresa adota. A forma mais prática é verificando os procedimentos (POP’s) nos setores de produção. Peça ao colaborador do setor para apresentar o POP da atividade que está realizando, para que você possa se familiarizar. Interferir sem conhecer é contra producente.

3) Conheça a estrutura – faça uma inspeção geral nas áreas de produção. Com isso você poderá compreender o motivo de certos processos serem feitos de forma diferente do que você sabia ou fazia anteriormente. Procure extrair o máximo resultado com o que está disponível.

4) Conheça as tuas atribuições – para não ficar aquém das expectativas, uma conversa clara com o gestor da empresa pode ajudar e muito no teu posicionamento. Com as atividades definidas o passo seguinte é implementar as ações necessárias para cumprir o que foi acordado. Ultrapassar um limite pode ser tão ruim quanto não atingir o resultado esperado.

5) Conheça o tempo – no caso de ser necessário ajustar ou modificar algum processo, tenha em mente que cada empresa tem um fluxo temporal próprio, e que em geral você é quem vai ter de se adaptar. Tenha propostas claras, que indiquem o motivo da alteração, e que mostrem qual o efeito esperado em termos de melhoria no processo (economia, melhora de desempenho, garantia da qualidade, etc…). Um cronograma que relacione a mudança e os resultados esperados pode ser uma ótima ferramenta de convencimento.

No mais, capacite-se sempre, leia muito, trabalhe em função da tua própria melhoria profissional continuamente – os resultados do teu laboratório serão teu espelho.

Gelza Rubia – Farmacêutica Magistral